Viver um conto de fadas

Li esse item na lista de 8 coisas que precisa fazer antes de morrer num blog. Fiquei toda sonhadora, boba como sempre sou. Desde então tenho refletido o assunto, mas não penso nos contos da Disney onde a mocinha padece e as vezes até simula a morte antes de ser salva por um príncipe, e então virar uma conformada princesa (dona de castelo), cheia de herdeiros e a espera do seu príncipe todas as noites.
O meu conto de fadas é mais literário, o que é em partes é um pesar por eu amar tanto dramas. Então meu conto de fadas ideal seria um drama? Talvez. Pensando melhor, muito certamente seria sim. Assim como foram todos os meus relacionamentos e paixões platônicas, onde sofri tanto por antecipação. Um sofrimento poético, claro, nada de coisa muito real de chorar noites e noites por ser abandonada porque ele não ligou, de ser maltratada fisicamente – o que nunca fui e não admitiria tal ato. O sofrimento por antecipação é como chorar pela morte da flor antes de plantar a semente.
Uma amiga pediu algum texto emprestado para ler esses dias, disse estar entediada e eu recomendei alguns livros. Mas ela deixou claro que não queria nada muito romântico porque depois fica esperando que os homens ajam da mesma forma. Acho que é justamente aí que reside o problema, o tal conto de fadas. A gente assiste muita novela, lê muito livro, assiste muito filme e acaba achando que aquilo é vida real. Claro que existem histórias dignas de filme, concordo plenamente, mas elas simplesmente aconteceram. Não ocorreu de alguém descartar alguém apenas porque achou que aquela não seria a pessoa certa, não seria uma oportunidade de viver um grande romance, um conto de fadas.
A gente escolhe demais porque espera demais. E quando estamos alguém, não ficamos satisfeitos porque ainda esperamos o inalcançavel. Esperamos declarações de amor diárias mesmo que simples, esperamos compreensão eterna, supresas frequentes, datas sempre lembradas com comemorações inesquecíveis.
O que esquecemos é que as vezes, o outro também está esperando o mesmo de nós. Ou talvez ainda, nem esteja esperando o tal conto de fadas porque já luta diarimente contra dragões e bruxas, e precisa de mais do que colo, precisa de alguém ao seu lado lutando junto. E sabemos que princesas não fazem isso, pois moram em castelos e cantam com pássaros, e suas unhas são impecavéis demais para desgastá-las em trabalhos domésticos. Nem eu quero um príncipe que lute sozinho, que leve todo o mérito.
Também não acredito em amor a primeira vista, contrariando os contos e decepcionando muita gente. Mas é verdade, acredito no amor crescente que nasce da convivência, da amizade, do segundo, terceiro ou quarto olhar.
No fundo todo mundo quer um conto de fadas, um grande amor. Ou vários, até encontrar o último.
Só queremos alguém pra segurar nossa mão no cinema, pra nos fazer rir até doer a barriga, pra esquentar nosso pé em noites frias, pra descansar nossa cabeça depois de um dia cansativo, pra estar junto. Alguém que nos surpreenda vez em quando e quebre a nossa rotina, dando um pouco de sonho à nossa vida tão vazia…

About these ads

15 pensamentos sobre “Viver um conto de fadas

  1. Muito bom o texto! Lendo assim parece tão simples, né.. já sonhei em viver um conto de fadas, acho que todo mundo espera isso em algum momento da vida. Hoje quero viver somente, sem esperar que seja tão perfeito como nos contos… como o principe não aparece, achei melhor me conformar com alguém possível… o problema que até esses estão complicados! rs Talvez eu seja como vc… prefira um trama, espero demais, escolho de mais! Quero acreditar que tudo tem seu tempo, sua hora…
    bju,

  2. Concordo plenamente! rs Tb acho que tá demorando muitoooo… rs O mercado está escasso pra gente, já pra eles a oferta é grande… Mas certamente temos uma tampa, não é possível ser uma frigideira a vida toda?!?! rs Pq até elas às vezes tem tampa… hehehe Vamos esperar, né!

  3. Flavinha,
    estou à espera da pessoa errada, segundo Veríssimo.
    Enquanto isso vou experimentando sensações com que faz meu coração vibrar de emoção.
    Mesmo que não seja ele a pessoa da minha vida, saber que ele existe já me faz feliz!
    Extremamente feliz!

  4. Sabe, eu já assisti um filme, nem me lembro mais qual, em que um rapaz realizava desejos. Certo dia, um casal desejou que eles fossem felizes para sempre, assim que eles casassem. Então, eles se casaram e, a caminho da lua-de-mel, o carro explodiu…
    Ninguém pode dizer que o desejo não tenha sido realizado, não é?
    Felicidade, ainda mais quando se trata de amor – que já é contraditório por natureza – é uma coisa difícil de se definir, de ter fórmulas. Às vezes a gente a encontra até mesmo na tristeza…
    Não sei se eu fugi um pouco do assunto do post, maaas… hahaha

    beijos!

  5. O primeiro passo já destes.Falar, ou, escrever o que se quer é o caminho para conseguir.
    Toda vez que abrimos o coração coisas boas acontecem (tô muito sentimental hoje).

    Bj.

  6. Acho sim que todos são romanticos. Uns mais que outros… Na verdade acho que uns falam mais que outros, é, é isso que eu acho. Todos nós adoramos um clichê, porque a vida sem eles, os cliches, seria tão chata. Imagine uma paixão sem um beijo com perninhas levantadas (puro clichê), um namoro sem trilha sonora, aniversários sem flores… ah, quão chato seria, nós sem todos esses tão queridos cliches romanticos?…

  7. Encontrei teu blog em um dia no qual queria saber muito como é viver um conto de fadas com cantigas trovadorescas. Sinto-me tremendamente atraído por este tipo de história, talvez pelo motivo que você ache seu conto de fadas um drama. Engraçada é a vida em suas coincidências. Fui ler justamente este texto, muito interessante por sinal, ao menos para aqueles que se sentem como eu me sinto esta noite. Tenha uma boa noite, dona do paço do castelo.

  8. o gostoso mesmo é a diversidade. é conhecer as diferenças e os defeitos do outro no dia a dia. onde ele joga a toalha molhada, onde bota os pés para assistir ao futebol…etc.
    amor certinho é amor de Disney (como vc coloca muito bem) e isso é chato demais.
    m.

  9. Adorei Flávia!!

    “Só queremos alguém pra segurar nossa mão no cinema, pra nos fazer rir até doer a barriga, pra esquentar nosso pé em noites frias, pra descansar nossa cabeça depois de um dia cansativo, pra estar junto. Alguém que nos surpreenda vez em quando e quebre a nossa rotina, dando um pouco de sonho à nossa vida tão vazia…” É exatamente isso[espero não ter que morrer pra encontrar..rs]. Vc conhece o filme “Se fosse verdade”, então…quero aquilo, será que vamos chegar a experimentar? Basta [eu acho] ter paciência, mas essa é dificuldade maior.

    Beijinhos.
    Vc é ótima.

  10. Lindíssimo texto Fla!
    Ainda bem que eu já estou vivendo meu conto de fadas, que de fada não tem nada. É todo real… com dor e amor. E é assim que é bonito… ^^
    Adorei mesmo o texto. E concordo que as vezes agente espera demais e escolhe demais e quando dizemos “ah deixa pra lá” é quando encontramos alguém especial e deixamos a vida acontecer… e é quando o conto começa.
    Bjos

  11. definitivamente..nesta vida..o que queremos e buscamos é sempre alguém…as buscas e as procuras se resumem sempre a encontrar alguém…e essa busca é a essência de tudo…
    sempre…

  12. Real, muito real. E sincero.

    Já sonhei com príncipe encantado. Hoje, quero apenas que seja perfeito no imperfeito.

  13. na verdade, tava procurando o livro da Lya Luft pra download, mas achei teu blog, e fui lendo e alias nem comecei por aqui, mas esse texto é tão real e tão a minha cara q resolvi “documentar”. parabens. voltarei sempre.
    =)

  14. (aplausos) Adorei… uau impressionante como conseguiu traduzir o que todos nós pensamos e/ou queremos viver. É um bom começo para diagnosticar porque as relaçoes nao dao certo. Falando nisso, como é delicioso viver um amor impossivel, mesmo sabendo que jamais sera correspondido vira um mix de sensaçoes ansia um extase louco de desejos ardentes por estar apaixonada ao mesmo tempo (ou segundos depois) um frustaçao gigante, afinal o tempo ta passando. Talvez não estaja escrito na historia que voce é a protagonista e que ira viver uma grande aventura. Saber que não se pode viver só de sonhos e fantasias- isso sim, é o maior coito do mundo. Também amo dramas! Mas para todos vocês “um felizes para sempre” !! beijinhoss com muito gloss ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s