Eu choro

“Eu choro às vezes. Quer dizer, eu choro sempre, acho que choro todos os dias. Mas de quando em vez eu choro assim, como hoje.

Eu choro simplesmente.

Choro de ficar com a boca quadrada, choro de sacudir o corpo, de abraçar os gatos com força e de matar o cachorro branco de angústia. Ele lambe meu rosto e chora baixinho e se assusta com os soluços. Choro porque é dor demais, é raiva demais. Amor demais.

Choro porque tudo é tão grande e eu sou tão pequena. Porque tudo existe, porque não existe nada lá fora, nada, nada. Choro por medo, porque tenho muita coragem. Tenho tanta coragem todos os dias.

Eu choro, sabe? Eu choro porque a dor não me deixa respirar e mesmo assim eu respiro fundo e solto o ar em oito tempos, como nos exercícios da aula de canto, enquanto bato claras em neve e meço a quantidade de leite para o suflê, enquanto ralo o queijo ou penduro a roupa no varal, enquanto misturo as tintas, enquanto lavos os pincéis.

Meu choro é porque sinto pena de mim. É porque sinto orgulho de mim. Eu choro enquanto penso que, mesmo não sabendo para onde ir, tenho cada passo programado. Eu choro, de quando em vez, porque me comovo e porque não sinto nada. Porque não há nada a fazer. Porque todas as atitudes precisam ser tomadas.

Choro porque sou impotente, porque tudo posso. Eu choro quase sempre, quase o tempo todo, porque o humano que há em mim se atira do parapeito e não há volta. Mas eu volto, todas as vezes. Todos os dias.”

– Faz Azevedo in “Minúsculos Assassinatos e Alguns Copos de Leite”

Anúncios

9 comentários sobre “Eu choro

  1. se você soubesse o quanto eu chorei ontem… ah se você soubesse realmente o quanto chorei ontem… desconfio que saiba meus motivos… colocou-os todos aqui, listados e muito, muito bem organizados… choro ainda, agora… dói não poder voltar atrás…. e hoje, 01/12/08, descobri que acabou-se. não há mais luz no fim do túnel. choro mais, e mais, e mais, e mais, e mais…..
    [desculpe o comment tão pessoal, flavia..]

    Curtir

  2. Ainda bem que o choro, também tem esse efeito. Faz o humano se jogar de cabeça e o Eu voltar, às vezes meio quebrado, mas sempre volta.
    Beijos Flávia
    Saudade de você lá no florescer.

    Curtir

  3. eu choro muito, há dias que peço a Deus que ‘hoje não haja lágrimas’… este texto é fantástico, vou pedir o livro de natal, definitivamente.

    Curtir

  4. Recomento total como já te disse em particular. Esse livro é lindo e trata justamente da relação como o outro, dessa delicada e estimulante, dolorosa e feliz aventura dos viver emem comunhão . Ele fala da vida e nos iguala e nos faz ver que a premissa “isso só acontece comigo” não é verdadeira.

    Adorei!!!

    Curtir

  5. Eu também choro assim… “Mas eu volto, todas as vezes. Todos os dias”
    Mas sabe, queria não voltar às vezes… mas volto, pq é preciso seguir!
    Belissímo o trecho! bjim Flá,

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s