Corações partidos II

Ainda sobre o post citado no texto anterior…

Uma vez já conversei com um amigo sobre essas situações, de tanto a gente se dar mal acabar uma pessoa fria e sem sentimentos. Mas do tempo daquela conversa, hoje posso dizer que raramente isso acontece. Quando no nosso íntimo somos de uma forma, por mais cicatrizes que carregamos, uma hora ou outra, a gente volta a acreditar nas pessoas, no amor, na vida.

Acho que é maravilhoso ter alguém ao nosso lado. Mas a gente sempre tem que ter um “plano b” pra caso isso não ocorra. Nem todo mundo tem a sorte na vida de encontrar a tal “alma gêmea”.
A gente, num momento de mágoa, acha que as pessoas são más e desprezam nossos sentimentos. Mas em contrapartida, a gente também não estaria desprezando o sentimento do outro que decidiu que não nos ama?

Claro que você vai se envolver novamente com alguém. Essas coisas não dá pra prever. O que pode ser feito, no seu próximo relacionamento, é você não cometer os erros passados. Talvez não ser tão ciumento? Ou ligar de vez em quando pra mostrar que se interessa? Ou dar espaço pra ela ter amigas e sair com as amigas as vezes? Ou chama-la pra sair junto com os seus amigos também?
O importante é usar esse momento de dor pra refletir. Ver o que não deu certo, que justificativas lhe deram, o que você acha que foi magoando as pessoas. E talvez mudar, se você achar necessário, apenas se você achar importante.

Cada decepção que a gente sofre, tende a ficar mais exigente no futuro. E cada pessoa é diferente. Talvez você não tenha dado sorte até agora, mas quem sabe a próxima? Mas também não há de se cair no desespero e achar que deve encontrar a mulher da sua vida amanhã, na primeira pessoa que você simpatizar. O amor é construído aos poucos, no dia a dia, e requer que os dois estejam dispostos a faze-lo crescer.

E pra terminar, uma coisa sempre ouvi: “que quem está no fundo do poço só tem uma saída: por cima.”

Anúncios

7 comentários sobre “Corações partidos II

  1. Espero que suas palavras de conforto surja o mesmo efeito que fez em mim.
    As vezes o que precisamos é escutar alguém de bom coração porque nesses momentos todos parecem querer te magoar e isso faz cada vez mais nos sentir sozinhos.

    Um abraço minha amiga.

    Curtir

  2. Acho que colocaste a questão muito bem. A dor ajuda a refletir e só o tempo para cicatrizar este período. É preciso usar a dor para refletir, como vc disse tão precisamente.
    Já cheguei a achar que decepções gerariam um coração duro e empedernido, gelado e instransponível. Talvez seja uma fase que se segue à decepção, mas nada como um olhar ou um carinho para descongelar o coração duro.

    Curtir

  3. Você colocou em palavras as mesmos sentimentos que habitam em mim… Obrigado por compartilhar isso com a gente. Agora… me dê uma dica… rsss Qual seria esse plano B? rsssss Como encontá-lo?? Um beijo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s