Cartas para ninguém V

M.

Realmente não entendi… sou sempre áspera?
Fiz algo que te magoou? Falei algo grosseiramente?
Provavelmente não foi minha intenção, provavelmente não foi com a entonação que eu escrevi que você tenha lido.
Agora, se tem algo além, algo mais que você queira dizer e estava esperando uma oportunidade… pode dizer.
Talvez eu aceite, talvez eu mude.
Existem tantas incertezas na vida, tantos “talvez”.
Você é só mais um a me atormentar.
F.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s