Cartas para Ninguém – Perdi a conta

M.

Devo admitir que estou irritadíssima com você!
A principio achei bonito você ligar pra saber como eu estava após tirar o siso, mas essa “boniteza” durou alguns segundos. Quando em seguida você perguntou quando podíamos nos ver, e mais, ligou 5 vezes ontem como que exigindo que a gente saísse… ah, aí me irritei com você mesmo!
Eu sei que nosso lance é meio largado, que a gente não fala o que pensa e o que quer, e por isso mesmo não exige e não cobra nada.
Mas pelo menos respeito, isso é o mínimo que eu podia esperar de qualquer pessoa.
Eu queria compaixão, dicas como tomar sorvete de flocos, desejo de melhoras.
Se ao menos você quisésse me ver pra me dar colo, mas ambos sabemos que não é isso.
Não estou com vontade de ouvir suas histórias e mal posso falar, pra contar alguma coisa.
Hoje quero distância e silêncio.
Quero pela semana inteira.
E se você ainda insistir, talvez eu deseje pra sempre.

F.

Anúncios

3 comentários sobre “Cartas para Ninguém – Perdi a conta

  1. Nossa, Flávia… suas palavras foram bem fortes, mas eu concordo com você, poxa, cadê o respeito e consideração?
    Cada vez é mais difícil encontrar uma pessoa que saiba se relacionar.

    *Espero que esteja bem, nunca arranquei o siso, mas creio que a melhor parte seja o sorvete, beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s