O que o tornava tão especial

“Quando voltou para frente, Blay levantou a cabeça e os olhos. Os olhares se encontraram, e Qhuinn esticou o braço e tocou o rosto do amigo. Acariciando-o gentilmente com o polegar, ele sussurrou:

– Eu quero que você fique com alguém que o mereça. Trate você bem. Fique apenas com você. Eu não sou essa alguém. (…)

O desejo naqueles olhos azuis partiu seu coração. Totalmente. E Qhuinn não podia imaginar o que Blay via nele que o tornava tão especial.”

J.R. Ward in “Amante Consagrado”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s