Uma simples palavra

— Amor — Ela me olhou com aqueles olhos azuis. — Não é surpreendente como uma simples palavra pode trazer tanta confusão e complicação? Ela atrai tantas outras coisas, não é? Como o marisco grudado nas rochas… medo, culpa. Carência. Não dá mais nem para ver a rocha. Imagino que o amor na sua forma mais pura, limpa, é uma coisa rara.

Deb Caletti in “Um Lugar para Ficar”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s