Que não escrevesse nada

– Sr. Oki – o olhar de Keiko animara-se subitamente -, o senhor amou outra mulher depois de Otoko?
– Sim, já me aconteceu. Porém, não foi tão trágico…
– Por que não escreveu nada a respeito?
– É que… – Oki hesitou ligeiramente. – Esse amor exigiu que eu não escrevesse
nada sobre ele.

Yasunari Kawabata in “Beleza e Tristeza”

Anúncios

Um comentário sobre “Que não escrevesse nada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s