Doramas

Descobri que não tenho coração para Doramas.  Doramas são aquelas novelas/séries asiáticas. Eu tenho verdadeiro fascínio pela cultura asiática (China, Coréia e Japão) e principalmente pela época antiga/medieval deles. Coleciono filmes, grandes histórias e personagens. Mas descobri que não tenho coração para Doramas.
Um filme tem no máximo três horas de duração. Tempo esse que o mocinho e a mocinha inocentemente se conhecem, pois sempre é ao acaso, se apaixonam tão devagar que por vezes nem dá tempo de, durante esse tempo de 3h de filme, acontecer o primeiro beijo deles.
Há lutas de espadas. As pessoas cospem sangue falso a cada golpe, se jogam no ar quando são atingidas, há explosões demasiadas, é tão violento que beira a comicidade.
Mas há a bela e extraordinária fotografia. O mundo é verde, azul, cinzento, vermelho e multicolorido, repleto de cerejeiras em flor.
Porém o que há de mais especial em todos esses filmes é a mensagem. Assim como todo filme americano tem uma bandeira nacional exaltando o patriotismo, os filmes asiáticos possuem um tema comum: a doação.
Mocinhos raramente ficam juntos e quando ficam é no anonimato. Imperadores e reis morrem. Soldados então, morrem aos montes junto com seus generais e comandantes. Morre até mesmo o vilão, que horas parece que vai vencer com a ajuda de feiticeiras que usam perucas coloridas. E você pode estar se perguntando, mas quem vence afinal, que final feliz há nesses filmes? Sempre vence a terra, o povo.
Os personagens abrem mão da vida para que seus valores sejam perpetuados pelo bem maior. Eles pensam no futuro, na união do povo, na paz.
Por isso não tenho coração para Doramas, dos épicos obviamente. Porque são 30, 40, 50 capítulos que sofrerei e não entenderei como um povo pode ser tão altruísta na construção de um mundo melhor.
No momento estou assistindo “O Príncipe de Lan Ling” e num determinado momento, o reino passa por uma crise econômica. Uma das soluções, dizem os conselheiros é aumentar os impostos e o príncipe diz: estamos num momento de recessão, não podemos exigir do povo mais do que ele pode nos dar.
Agora me diga, que governante tem um pensamento desses?
Só na China mesmo. Ou na Coréia. Ou no Japão.
Por isso não tenho coração para Doramas.

lan ling[Esses são alguns dos “vilões” do Príncipe Lan Ling]

Em tempo, se ficou curioso, dá pra assistir online no DramaFever.

Anúncios

2 comentários sobre “Doramas

  1. Acabei de assistir Principe de Lan Ling e esse altruísmo e fé que o dorama passa por parte do Principe e da Sacerdotisa, a preocupação do Rei de Zhou, esse amor incondicional, falta em nós hoje, me incluo na palavra nós…estamos passando por um momento tão complicado com o nosso povo, e não digo em relação a partido x ou y, digo em falta de altruimos daqueles que detem o poder, desde o menor governante ao maior, falta o amor pelo povo, precisamos que seja despertado em nossos governantes o amor de dirigir nosso povo para um caminho de desenvolvimento e oportunidades iguais para todos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s