Restos de ti

E nunca te teria conhecido. E seria outro – quantos restos de ti fazem parte de mim.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”

Carne da minha carne

Mas até aquilo a que eu mais resistia em ti se tornou carne da minha carne. Adotei-te amores e ódios. Era teu amigo. Nunca me cansei de ti; cansei-me apenas do teu cansaço de ti mesma.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”

Abusei de ti

Porque também eu abusei de ti, tanto. Das tuas ideias, da tua história, do efeito que a minha juventude exercia sobre a tua melancolia.
(…) No entanto tu amaste-me ainda mais quando te tomei e comi a alma, quando te neguei para melhor me afirmar.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”

Não se cura

A solidão contagia-se, é uma doença. E depois não se cura.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”

Longe de mim

Olho-te ainda na esperança de descobrir, à distância definitiva de tudo quanto fui, a raiz desse vento que te levou para tão longe de mim.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”

Por caridade

Todos mentimos, até por uma inclinação de caridade.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”

Esgotado

Estou esgotado de correr contra a dor, contra a memória, contra a infância, contra o amor e o ódio. Criei uma meta de tranquilidade que se afasta tanto mais quanto mais corro para ela. Não há paz no instante, e eu vivo de instante para instante.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”

Tomar partido

O silêncio, a intimidade – para mim, isso era tomar partido.

Inês Pedrosa in “Fazes-me Falta”